Chegaram os insetos para o topo do iogurte gelado!

Chegaram os insetos para o topo do iogurte gelado!

Pois bem, a MyIced decidiu proporcionar aos portugueses a possibilidade de experimentarem esta nova iguaria como topping extra nos seus gelados de iogurte, nos crepes, nos waffles ou como topping em qualquer outro produto à venda na rede nacional da marca.

Segundo a FAO, há atualmente registo do consumo humano de mais de 1900 espécies de insetos: escaravelhos (31%), lagartas (18%), abelhas, vespas e formigas (14%) … gafanhotos, cigarras, térmitas, libelinhas e moscas são outras espécies consumidas.

Na fase de lançamento, a MyIced propõe larvas como uma primeira experiência exótica neste novo mundo da alimentação que está já aí ao virar da esquina. Posteriormente a marca poderá apresentar outras opções da gama de insetos voadores ou rastejantes.

João Gouveia, gestor nacional da MyIced, destaca que a marca pretende sobretudo proporcionar novas experiências gustativas aos seus fãs, seguindo uma linha estratégica coerente que procura desafiar o convencional e apostando em eixos como a alimentação saudável e ambientalmente sustentável. “Depois do gelado preto à base de carvão vegetal ativado (MyIced Eclipse) e da folha de ouro de 24 k como topping do mesmo (MyIced Eclipse Deluxe), os insetos MyIced Top Bugs constituem uma proposta certamente disruptiva, mas que irão completar um menu onde há muito pontuam os gelados de iogurte vegan, halal e kosher, sem glúten, sem açúcar e sem lactose, bem como o bubble tea e as bubble waffles refere ainda o fundador da Myiced.

Os insetos comestíveis MyIced Top Bugs não têm antibióticos, corantes artificiais, aromatizantes, conservantes ou MSG; são ricos em nutrientes e proteínas, pobres em carboidratos e uma grande fonte de fibras, minerais e aminoácidos. Os insetos são desidratados através de um processo de liofilização: são congelados sob vácuo e o gelo formado é volatilizado.